Você entende para que serve o LinkedIn?

Atenta ao mercado, a Marketing SIM vem trabalhando redes sociais com alguns de seus clientes e tem um grande foco no LinkedIn – uma rede social importante para profissionais e empresas que querem se posicionar bem diante do mercado

Por Thalita Freitas
– Fonte: Vitrine Publicitária

Pois é, grande parte dos usuários tem esta dificuldade, mas a ferramenta é muito mais do que um local para se atualizar o currículo. Atualmente a rede social tem sido usada por mais empregadores e, por isto, vem atraindo ainda mais usuários, visitantes e leitores.
O que acontece é que o LinkedIn tem se mantido aberto a ser, de fato, uma rede social para contato com outras pessoas ou com notícias sobre o mercado em que se está inserido – em que vocês está inserido.

O Relatório de Consumo de Conteúdo Profissional 2014 comenta “a ascensão dos Revolucionários de Conteúdo: uma análise minuciosa sobre os principais usuários que consomem conteúdo no LinkedIn e como os profissionais de marketing pode se conectar com eles”. Quem são e o que consomem aqueles que ficam mais de 10 horas por semana conectados a rede?

Ao que entende-se com a pesquisa, são jovens em busca de emprego, empregadores em busca de novos talentos e profissionais que buscam formas de se atualizar. E por isto seu público, este, que tem interesse em questões profissionais, acessa bem mais o LinkedIn, não tanto o Facebook ou Twitter – tidas como as redes sociais mais utilizadas.

Justamente por isto a pesquisa explica que é necessário pensar em seis coisas, ao se produzir algo para eles: “O conteúdo apresenta novo conhecimento ou auxilia na tomada de decisões? O conteúdo irá gerar diálogos? Seu compartilhamento beneficiaria a rede profissional deles? O conteúdo está formatado para consumo em dispositivos móveis;tablets? O conteúdo atende às aspirações profissionais deles? O compartilhamento iria melhorar a identidade profissional deles?”. Tudo é pensado e focado no usuário, no leitor.

Foco
A pesquisa então passa a focar em duas vertentes: mobilidade da informação e os profissionais de marketing. O primeiro ponto é enfatizado pois atualmente os usuários não querem mais ter de ligar um computador para ler alguma informação que viram rapidamente na rede social, pelo celular ou tablete. Querem ler ali mesmo, ter acesso facilitado na palma da mão.

O segundo ponto, sobre os profissionais de marketing, é destacado do ponto de vista de que eles precisam estar constantemente se aprimorando, acompanhando o mercado, fortalecendo o seu network (seu ciclo de contatos) e melhorando a sua imagem e a da empresa em que se trabalha – ou para quem se trabalha.

O que divulgar?

A pesquisa do LinkedIn explica ainda o que é interessante divulgar, ou seja, o que é de interesse deste leitor que acessa esta rede social diariamente, semanalmente ou mesmo de hora em hora – minuto a minuto. Segundo ela, o principal assunto são os estudos de caso – interessantes tanto para profissionais da área, quanto alunos em treinamento e professores em busca de novidades para aprimorarem as aulas. Em segundo lugar vem as orientações quanto a carreira, quanto ao emprego e mesmo a busca por melhorias nos currículos.

As agências de publicidade e comunicação já enxergaram este potencial no LinkedIn e vem apostando cada vez mais em fazer sucesso para seus clientes por meio da rede social. Como é o caso da Marketing SIM (www.marketingsim.com.br), que inclui, na estratégia de marketing de seus clientes, conteúdo e contato. “Hoje utilizamos o LinkedIn como uma importante ferramenta de divulgação para clientes como a Level Group – uma empresa referência nos processos de procurement; a Benhame e Forster Advogados, que vai além da advocacia e dá assessoria empresarial e Construtora MBigucci, que além das redes sociais comuns e de seu blog, é muito forte no LinkedIn”, explica Bruno Lessa, diretor de marketing da agência.

Em resumo a pesquisa encomendada pelo LinkedIn demonstra uma clara busca dos profissionais por aprimoramento, por formas de se informar sobre o mercado em que estão inseridos e se tornarem profissionais melhores. Além disto, lembramos aos colegas de marketing a importância desta rede social, que vem demonstrando ser uma intensa forma de networking com grandes figuras do mercado brasileiro de comunicação, por exemplo.